quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Desabafo...

Olá Pessoal!

Como todos os blogs de construção que eu acompanho tem um post "Desabafo", este não poderia ser diferente...

E olha que minha obra nem começou!!!! rs...


Hoje fomos na reunião semanal com a arquiteta, ela é ótima, adoro as coisas que ela propõe (pelo menos até agora!)... O problema não é com ela...






Acho que deve ter acontecido com todo mundo que inventa essa de construir, mas estou com tanto medo!!! Sempre foi nosso sonho construir a casa do nosso jeito, com a nossa cara e ela realmente ficou assim, mas to com muito medo de não dar pé, sabe?

Vamos financiar tudo o que for possível, provavelmente 90% da obra, as parcelas vão ficar altas, mas ainda sim possíveis dentro do nosso orçamento, mas são tantos gastos mesmo ANTES de começar que meu coraçãozinho já está quase saindo pela boca!

Alguém já passou por isso e deu tudo certo para me falar que vai ficar tudo bem???

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Planta Baixa

Taaarde Pessoal!

Esse fim de semana tirei uma foto da planta baixa da Casinha para vcs verem, rs... Sim, FOTO, pq eu seeempre esqueço de pedir para a arquiteta me mandar o arquivo, e como cada semana ela me dá uma cópia diferente com a correção do que pedimos, tenho uns 6 ou 7 modelos de planta baixa aqui!

Minha Casinha ficou com dois pavimentos, mas a casa em si está toda no térreo, o segundo pavimento só existe como um mezanino com biblioteca e sala de música/home theater.

Algumas coisas ainda não estão totalmente definidas como os tamanhos das bancadas da cozinha/churrasqueira, mas em relação ao "grosso"da arquitetura é isso aí!



Na verdade eu sempre quis uma casa inteira térrea, morei um tempo em um apartamento duplex e cada vez que eu esquecia uma coisa no andar diferente do que eu estava eu jurava por Deus que não teria escada em casa! Mas não deu! Não coube! Então preferimos colocar os cômodos que podem ser "alternativamente" usados no segundo andar, ou seja, se eu quebrar a perna não vou precisar ir a biblioteca necessariamente, né?!

Enfim, a idéia que eu queria para Casinha, era que fosse toda integrada, com a menor quantidade de paredes possível, para que todo mundo ficasse sempre junto! :)

Outra idéia era ter uma suíte de hospedes fora da área íntima, acho que todos acabam tendo mais privacidade assim... Gostei do jeito que ficou!

Vou ficar devendo a parte de cima, já que não estou com a última versão, que ficou com o cara do isolamento acústico para o projeto da sala de música.

A biblioteca vai ficar em cima do quarto de hóspedes, do mesmo tamanho e com a parede que dá acesso a sala toda de vidro.

Minha idéia foi tirada dessa aqui:

(Revista Casa e Jardim)

Mas já sei que a escada e estante vão ficar em outra posição já que terá um hall entre a porta da biblioteca e da sala de música e ao invés do guarda corpo será uma parede inteira de vidro.

Vixe, ficou grandão esse post!

Bjão

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

A Fachada!!!

E eis que ontem eu bela e formosa tentando trabalhar, chega o email da arquiteta com a maquete da Fachada... Pronto, acabou o dia de trabalho!
Apresento-lhes minha Casa!!!!



Só não gostei desse revestimento bege nas paredes, mas a arquiteta disse que vai ser branco com textura, aí sim!!!
Adimito que usei como referencia uma casa postada pela Deb no blog Tijolos e Tecidos (aqui), que por sinal tem um bom gosto incrível!



Agora estou aberta a pitacos! Opiniões são sempre bem vindas!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O Terreno II

Eba! Tirei fotos hoje de manhã!!!


Essa é de baixo pra cima... O terreno vai até aquelas arvores lá no fundo!

E essa de cima para baixo...
A inocente aqui achou que tinha só uns 2 metros de desnível... rs... São 5! 5 metros de desnível para meu desespero!!! 2,5m de muro de arrimo e minha jacuzzi que acaba de ser transformada em concreto e  areia...
Surpresas de construção... fazer o que?!


Não vejo a hora de começar!!!! 

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Escolha do arquiteto

E depois das historinhas românticas, vamos ao que interessa!


Então, nosso pedaço de chão é bem grandinho, tem 17m de frente por 40m de fundo, no total tem 680m2, que eu achava um exagero, até começar o projeto, rs... Queria postar uma foto dele, mas vergonhosamente eu não tenho nenhuma! Vou providenciar loguinho!!!

Terreno comprado e devidamente registrado, começamos a procurar um arquiteto... Longa jornada...

E olha, não me arrependo nem um pouco de ter conversado com o máximo de profissionais que eu consegui, no total foram 8! Rs... Sim sou neurótica! E gente, é fácil, é só ligar, marcar um horário, diga que quer conhecer um pouco do trabalho deles e pronto! Só não esqueça de depois ligar, ou mandar um e-mail agradecendo o tempo desprendido de cada um deles com vc! Alguns nem respondem, mas acho que é uma questão de educação da nossa parte.

As vantagens... Primeiro, de cara, vc já percebe se vai ou não rolar sintonia, depois, conhecendo um pouquinho das obras dele, sabe se vão se entender em relação a estilo e por último a questão financeira também é muito importante.

Desvantagens... Ficar que nem uma louca, um mês, pontuando as qualidades de cada um e deixando o marido louco junto! Mas no fim é divertido

Aqui, os valores de projeto eram basicamente os mesmos, não tinha uma diferença considerável entre os profissionais, mas aí é importante conversar sobre valores para acompanhamento e muito importante, falar sobre o SEU orçamento de obra. Aconteceu com a gente uma coisa que se não tivéssemos falado sobre isso, poderíamos ter problemas depois. Ficamos em dúvida entre duas arquitetas que mais nos identificamos e mais nos passaram confiança, mas no final da conversa com a segunda, quando falamos sobre orçamento, ela nos passou um valor médio de obra (por metro quadrado construído) que estava completamente fora da nossa realidade. Isso quer dizer que provavelmente ela trabalhe basicamente com materiais de alto padrão, que talvez não seja totalmente possível no nosso caso...

Calma que to quase alcançando o estado do projeto
Bjão

sábado, 18 de agosto de 2012

O começo da História

Bonjour!
Cá estou eu novamente!
Como eu tinha dito no post anterior, vou contar os principais episódios (editadíssimos) aqui...
Não tem como eu não contar o comecinho da história, mas juro que vai ser rapidinha! Eu e Marido nos conhecemos há 9 anos, na faculdade, num momento "porre total" num churrasco de um amigo em comum, eu estava no segundo ano de fisioterapia e ele no terceiro de física médica. Do segundo encontro (que eu juro que não lembrava do rosto dele, e tava rezando pra não ser um monstro!) em diante não nos largamos mais... Mas nesse tempo ele se formou, foi fazer especialização em SP (somos do interior de SP), foi trabalhar em Maceió-Al... E eu fiquei em Ribs (vulgo Ribeirão Preto) fazendo mestrado... doutorado... e whaterver more...
Depois de muito choro... E muitas milhas aereas acumuladas,  um amigo o chamou para trabalhar em Marília, no "velho oeste" de SP (com todo respeito, adoro Marília! É que é longe de tuuuudo!), e aí... U-HUUUU!!! Ele voltou!!!
Continuei morando em Ribs e viajando para Marília no fim de semana por mais 2 anos, mas enfim, em vez de 1200km eram só 300km!!!
Tá, agora vamos a casa... Nos primeiros meses na cidade, tinha um stand no mini shopping daqui de um condomínio. Fomos nós... Marcamos de conhecer o condomínio... Chegando lá... ERA ELE!!! Era lá que eu queria morar... Aí quando perguntamos o preço... rs... No way... no way... no way...
Passou um ano certinho... As coisas melhoraram financeiramente... voltamos lá... "Agora vai"! E eis que chegando lá, o preço tinha praticamente dobrado! Putz! Foi uma mega decepção! Voltamos com rabinho no meio das pernas. 
Isso aconteceu mais uma vez no ano seguinte, e como não queríamos financiar o terreno, deixamos pra lá. Ficávamos na cobertura do no prédio onde moramos hoje olhando pro condomínio, imaginando que daqui uns 10 anos daria, rs.
Mas não é que de vez em quando a gente ganha um bônus da vida?! Um belo dia, saímos para procurar um terreno "dentro das nossas posses" e um corretor disse que tinha um casal se separando querendo vender um terreno lá no condomínio e provavelmente achava que venderiam abaixo do preço se fosse a vista.. U-huuuu!! Uma hora e meia depois fechamos negócio! Entregamos até nossas calças! Pedi o dinheiro pra pagar as contas do mês emprestado pra minha irmã e dia seguinte fomos lindos e formosos para o cartório passar as escrituras!

Cenas do próximo capítulo... O terreno!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Oi Pessoal (acho que por enquanto o "oi" é só para meu superego mesmo, rs ) !

Depois de enrolar uns 3 meses acompanhando escondidinha uns 15 blogs de construção, criei coragem e decidi começar a escrever esse blog. Ainda assim com um certo medinho de me perder... Enfim, arrumar mais uma coisa que tira o foco, o que não precisa muito, do que deveria ser a prioridade do momento: terminar minha tese de Doutorado!

Mas aí me fala, como eu consigo escrever sobre  vasorreatividade cerebral em pleno auge do projeto da Casinha??? Hein... hein... (que meu orientador não me "escute"!)

Aí, pra justificar, inventei a teoria que se eu escrever diariamente sobre o andamento das coisas, vou ficar menos ansiosa, me concentrar mais, e terminar mais rápido! :-)
Espero que Funcione!

Bom, como já disse, ainda estou na fase do projeto da Casinha (sim! Com letra maiúscula!), e a partir do próximo post vou colocar como chegamos até aqui, o que vai ser rápido... Depois, seguimos juntos para pensar, trocar informações, dicas, angústias, problemas... Ninguém disse que ia ser fácil, mas tenho certeza que vale a pena!

Até a próxima!