sábado, 18 de agosto de 2012

O começo da História

Bonjour!
Cá estou eu novamente!
Como eu tinha dito no post anterior, vou contar os principais episódios (editadíssimos) aqui...
Não tem como eu não contar o comecinho da história, mas juro que vai ser rapidinha! Eu e Marido nos conhecemos há 9 anos, na faculdade, num momento "porre total" num churrasco de um amigo em comum, eu estava no segundo ano de fisioterapia e ele no terceiro de física médica. Do segundo encontro (que eu juro que não lembrava do rosto dele, e tava rezando pra não ser um monstro!) em diante não nos largamos mais... Mas nesse tempo ele se formou, foi fazer especialização em SP (somos do interior de SP), foi trabalhar em Maceió-Al... E eu fiquei em Ribs (vulgo Ribeirão Preto) fazendo mestrado... doutorado... e whaterver more...
Depois de muito choro... E muitas milhas aereas acumuladas,  um amigo o chamou para trabalhar em Marília, no "velho oeste" de SP (com todo respeito, adoro Marília! É que é longe de tuuuudo!), e aí... U-HUUUU!!! Ele voltou!!!
Continuei morando em Ribs e viajando para Marília no fim de semana por mais 2 anos, mas enfim, em vez de 1200km eram só 300km!!!
Tá, agora vamos a casa... Nos primeiros meses na cidade, tinha um stand no mini shopping daqui de um condomínio. Fomos nós... Marcamos de conhecer o condomínio... Chegando lá... ERA ELE!!! Era lá que eu queria morar... Aí quando perguntamos o preço... rs... No way... no way... no way...
Passou um ano certinho... As coisas melhoraram financeiramente... voltamos lá... "Agora vai"! E eis que chegando lá, o preço tinha praticamente dobrado! Putz! Foi uma mega decepção! Voltamos com rabinho no meio das pernas. 
Isso aconteceu mais uma vez no ano seguinte, e como não queríamos financiar o terreno, deixamos pra lá. Ficávamos na cobertura do no prédio onde moramos hoje olhando pro condomínio, imaginando que daqui uns 10 anos daria, rs.
Mas não é que de vez em quando a gente ganha um bônus da vida?! Um belo dia, saímos para procurar um terreno "dentro das nossas posses" e um corretor disse que tinha um casal se separando querendo vender um terreno lá no condomínio e provavelmente achava que venderiam abaixo do preço se fosse a vista.. U-huuuu!! Uma hora e meia depois fechamos negócio! Entregamos até nossas calças! Pedi o dinheiro pra pagar as contas do mês emprestado pra minha irmã e dia seguinte fomos lindos e formosos para o cartório passar as escrituras!

Cenas do próximo capítulo... O terreno!

Nenhum comentário:

Postar um comentário